Feito à medida – para a aplicação no serviço de distribuição ligeira.

Para que esteja ainda melhor preparado para a aplicação no serviço de distribuição ligeira: um posto de trabalho do condutor concebido de raiz, que convence com mais ergonomia e conforto. Além disso, os motores Euro VI de série, novos e potentes, a caixa automatizada Mercedes PowerShift 3, bem como um comportamento de condução soberano e seguro, são motivos de entusiasmo.

Com o novo Atego tem à sua disposição uma nova geração de camiões, que dispõe de uma série de novos equipamentos. Desta forma, o novo Atego torna mais fácil o trabalho no serviço de distribuição.

Equipamentos do habitáculo.

Assim, as novas cabinas conferem ao Atego não apenas um exterior marcante e inconfundível, mas convencem também com valores interiores impressionantes: para uma orientação para a aplicação especialmente elevada, o Atego está disponível com três variantes de cockpit diferentes, que juntamente com o novo painel de instrumentos, o novo volante multifunções e os bancos confortáveis proporcionam um elevado conforto de condução e de trabalho. Todos os comandos e compartimentos estão ergonomicamente dispostos e permitem um manuseamento fácil durante o trabalho no veículo.

Motores, caixas de velocidades.

Também na condução se torna imediatamente claro: os muitos novos pontos fortes do Atego tornam-se imediatamente sensíveis na aplicação. Destes fazem parte por exemplo a nova direção, a nova configuração do eixo traseiro, a caixa automatizada Mercedes PowerShift 3 e os motores de 4 e 6 cilindros em linha de potência aumentada que economizam combustível.

Conforto de condução, facilidade de montagem.

E porque as exigências ao trabalho com o veículo no setor da construção variam muito, o novo Atego realiza também praticamente todos os desejos no que diz respeito à facilidade de montagem. Isto começa nas mais diversas soluções de pré-instalação de fábrica – e fica ainda longe de acabar na cabina de passageiros, disponível como opção. Em resumo, isto significa que com o novo Atego se está melhor preparado para a aplicação diária no setor da construção, do que alguma vez se esteve. Hoje e no futuro.